União de esforços para consolidação de marca na arena esportiva

Quem acompanhou a primeira rodada do Campeonato Paulista pela rádio Rádio Transamérica FM, levou um susto ao ouvir: “Transamérica e Record, juuuntas”.

Seguindo o raciocínio de nosso post anterior (A comunicação em 2010 – ), a Rede Record saiu na ofensiva para garantir a transmissão da Copa do Mundo, Jogos Olímpicos e Pan-Americanos, Brasileirão e Taça Libertadores da América, visando fortalecer sua marca no segmento esportivo.

Pois é, a rede está com fome de bola. Surpreendeu na concentração de vice-liderança conseguindo armar uma boa jogada. Sabe que grande parte da população brasileira liga o rádio para acompanhar seu time em dias de jogo. Então, decidiu o impasse na aliança com a Transamérica – veículo que vem consolidando sua imagem pela cobertura de eventos esportivos com narrações de qualidade, detendo públicos em grandes cidades, como Salvador, Rio de Janeiro, Recife, Curitiba, Brasília e São Paulo

A tática é simples e objetiva. O jornalismo esportivo [e humorístico] da Transamérica, comandado por Éder Luiz, vai assumir também a área correspondente da Rádio Record. A partir daí, os nomes das rádios são citados juuuntos.

Agora só resta saber, se a estratégia de se unir com a rádio que é transalouca vai persistir nas graças da rede evangélica.

Anúncios

A Comunicação em 2010

janeiro 11, 2010

 

Dentre as perspectivas para o ano que inicia, a área de comunicação promete ser bem movimentada. Eleição, Copa do Mundo e diversos outros eventos esportivos vão turbinar todos os segmentos envolvidos nestes acontecimentos, assim como os ânimos da população em geral.

A internet deve ganhar ainda mais força, gerando oportunidades e poder de voz para mais pessoas. Com isso, redes sociais e blogs pessoais continuarão a crescer e terão mais chances de visibilidade e incorporação por grupos afins, especialmente pelos meios online dos grandes veículos.

O desafio maior será ter foco para divulgar e absorver o que é realmente importante. Não dispersar em meio a tanta informação. É sabido que como o carnaval – que temos todos os anos – o esporte, especialmente o futebol, é um grande aliado da distração da população sobre os problemas públicos do país.

Então fica o lembrete para que todos permaneçam atentos aos seus governantes, mesmo em meio à euforia proclamada por tantos investimentos em novos empregos e mercados que o esporte, não apenas com a Copa, mas também com os preparativos para a sede das Olimpíadas deve gerar. Aliás, por estes mesmos motivos é que devemos ter atenção redobrada, já que superfaturamentos e propinas, só para citar exemplos, são comuns nestas situações. No mais, empresas devem investir em comunicação para que suas marcas estejam em evidência durante o ano.

Aqui na Baruco estamos confiantes nas novas oportunidades que tais acontecimentos proporcionarão para a comunicação, especialmente com atividades de RP 2.0, nas quais a agência tem se fortalecido e obtido ótimos resultados para seus clientes.

À exemplo de 2009, te manteremos atualizado de todas as novidades. Um próspero e comunicativo ano para você.